Curtir no FacebookTwitterMais...

Rayani Martins

 

 

 

 

 

 

 

 

 

https://www.facebook.com/raybatera/

Rayani de Souza Martins, baterista, 19 anos, nasceu em 10 de dezembro de 1997, mais precisamente em São Bernardo do Campo, São Paulo. Filha de José Cardoso Martins e Maria Socorro Souza Martins, Rayani é a caçula de cinco irmãos, em companhia de: Franciele, Aline, Roberson, Ronaldo. Aos seus três anos de idade, descobriu que a bateria era seu brinquedo predileto. Aos sete anos, descobriu sua paixão pela música, começando a ter aulas com sua primeira professora, Michelle Dias Forão, com quem teve a oportunidade de aprender durante quatro anos. Com o passar do tempo, sentiu-se desanimada com os estudos e a bateria deixou de ser a sua prioridade. Em uma quinta-feira de culto, o pastor Marcos Del Rey anunciou aulas de música na igreja, despertando novamente o seu desejo de tocar.

Começou a ter aulas de música durante os sábados, onde aprendeu a ler partituras e tocar não somente bateria, mas teclado e violão. Sua mãe, Maria, considerava a bateria um instrumento barulhento e masculinizado demais para sua filha. Por isso, se opunha à preferência pela percussão, buscando com que Rayani optasse pelos instrumentos harmônicos que considerava mais delicados. Seu pai, carinhosamente chamado de Zezinho, por sua vez, sempre deu todo apoio e a ajudou na persistência de seu sonho. Para que a mãe fosse agradada, decidiram comprar um teclado. Em uma sexta-feira de ensaio, Rayani resolveu deixar seu teclado na igreja para usá-lo no dia seguinte, mas em uma ligação, o maestro Samuel Nascimento informou que a igreja havia sido assaltada e seu teclado levado junto com as outras coisas. Foi a partir deste momento que sua mãe passou a compreender e apoiar seu propósito com relação à bateria.
Dando continuidade às suas aulas teóricas, foi convidada a realizar um teste na orquestra local de sua igreja. Mesmo nervosa, correu tudo bem e foi aprovada pelos maestros. Alguns meses depois, foi convocada para fazer um teste onde haveria a possibilidade de tocar na orquestra da Mupadesb (MUP). Mais uma vez, a aprovação foi alcançada.

Dando continuidade ao seu trabalho na orquestra, começou a fazer parte da banda de sua amiga Caroline Rezende, onde teve a oportunidade de fazer parte de um show realizado no Club da Ford, tocando com artistas como PG e Raiz Coral. Teve todo o apoio de seus amigos Priscila, Raquel e Junior em seu ministério. Após um ano, foi chamada por seu amigo Samuel Fernandes para fazer parte de uma banda de reggae de nome Hope Roots.
Terminado seu tempo no ministério Hope, com apenas 15 anos passou a dar aulas de bateria. Nesta fase, recebeu uma proposta da banda Elyon Shamah para ser a baterista oficial do grupo. Atuava em projetos paralelos sempre que disponível. Durante uma ministração da banda na canção “Alto Mar” – composta por Cristiane Lucilia –, Rayani foi filmada por Diana Moraes, que disponibilizou meses depois o vídeo para que fosse divulgado. Quando o vídeo entrou para a web através do Facebook, Rayani já não fazia mais parte do ministério Elyon Shamah. O vídeo teve grande repercussão, cooperando para que tanto o trabalho da banda como o de Rayani abençoasse a muitas vidas

VÍDEOS

https://youtu.be/GEdA9ERXBk8

https://youtu.be/KUJs7NrjUoY

https://youtu.be/sgniTyR7efM